sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Croatá a pleno vapor na Prova ANA

Está acontecendo em Croatá neste mês de novembro, a Prova ANA (Avalização Nacional da Alfabetização), do Ministério da Educação. 

Trata-se de uma prova para analisar a leitura, escerita e matemática dos alunos do 3º Ano do Ensino Fundamental, nas disciplinas português e matemática.

Veja o cronograma:

Dom Timóteo: 16 e 17
Repartição: 18 e 21
Barra do Sotero: 18 e  21
Betânia:18 e 21
Santa Tereza: 22 e 23
Lagoa da Cruz: 22 e 23
São Roque: 24 e 25
Sao Francisco: 24 e 25

A Secretaria de Educação agradece o apoio e a presença da CREDE 05 na pessoa da Técnica Rosilda que veio fortalecer este momento no Município.

A Secretaria de Educação acredita no potencial dos alunos croataenses, bem como no trabalho realizado pelos professores para que possamos finalizar com resultados positivos.

Croatá: 100% das escolas municipais aptas aderem ao Novo Mais Educação

Como este blog já publicou, cerca de 10 escolas de Croatá foram consideradas aptas para implantarem o Programa Mais Educação no ano de 2017, agora com nova roupagem, tendo em vista a nova dinâmica implantada pelo governo Temer.

Cerca de 100% das escolas de Croatá aptas já aderiram ao programa, com capacidade máxima. Esta dinâmica deve-se a articulação mais uma vez muito bem feita pela Secretária de Educação Profª Mocinha. 

Foram contempladas as escolas:

1) Dom Timóteo;
2) Santa Tereza;
3) Barra do Sotero;
4) Lagoa da Cruz;
5) Betânia;
6) São Roque;
7) Repartição;
8) Vista Alegre;
9) São Francisco;
10) Irapuá.

Os profissionais responsáveis por tais unidades de ensino estão assim de parabéns pela prontidão nos processos de adesão. A Secretária Profª Mocinha agradece a todos os profissionais pela dedicação eo empenho pessoal fez a diferença no sucesso do trabalho.  

Croatá assim coloca-se mais uma vez em destaque na Serra da Ibiapaba no zelo na atualização, adesão e aprovação dos programas, fato este mencionado pelo CREDE 05 de Tianguá.

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Croatá alcança meta do IDEB, diz MEC e foi o município que mais cresceu na Serra, diz CREDE 05

Foi publicado pelo INEP a nota do IDEB dos municípios e Croatá alcançou a meta nos anos iniciais. A meta projetada para 2015 era de 5.0 e Croatá alcançou 5.8. É importante que o croataense perceba que este indicador foi projetado para chegar a nota 6,0 em 2021 no entanto, já em pleno 2015 o município já está quase alcançando.

É preciso ressaltar que só existe ideb de 5º e 9º Ano no Ensino Fundamental. Não existe nota de 2º Ano de IDEB. 


Conforme O Diretor do CREDE 05 Prof. Rodolfo Sena disse, Croatá saiu da aprovação automática e isso está contribuindo para elevação dos indicadores. Como todos sabem, a partir do ano de 2013 a atual gestão foi contra este sistema por entender que não trazia bons resultados. O reflexo já se pode notar na aprendizagem dos alunos.





Nos anos finais, a meta projetada foi 4.5 e Croatá chegou a 4.4. Considerando a elevação de pontos de 2013 para cá, mostradas pelo CREDE 05, Croatá está numa situação bastante confortável, uma vez que elevou a pontuação de aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática, consideravelmente. Veja na tabela, que em 2013 em Português, Croatá estava com 222 pontos. Já em 2015, observa-se 243 pontos, um crescimento de 21 pontos.

Já em Matemática, em 2013 estava com 214 e agora, em 2015, está com 240,9 pontos, ou seja, o crescimento de quase 26 pontos, o que demonstra que o trabalho dos professores juntamente com com a orientação dos profissionais da Secretaria está trazendo bons resultados, o que podemos concluir que é um trabalho conjunto.

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Croatá: Diretor do CREDE 05 parabeniza município pelos excelentes resultados educacionais

Diretor do CREDE 05  Serra da Ibiapaba Prof. Rodolfo Sena

O Diretor do CREDE 05  de Tianguá, Prof. Rodolfo Sena, fez uma visita a Secretaria de Educação de Croatá nesta terça-feira (06/09) juntamente com sua equipe de profissionais, para socializar informações pertinentes aos resultados de proficiência alusivos a Croatá, Serra da Ibiapaba e Ceará.
 
Aqui podemos perceber que a média de Croatá no 2º Ano está melhor que a média do Ceará e da Serra da Ibiapaba
O Diretor do Crede parabenizou o Município de Croatá de imediato, pois segundo os números, foi o município da Serra onde mais a aprendizagem evoluiu nos últimos 3 anos.



 Ao observarmos o aproveitamento em Língua Portuguesa no 5º Ano, podemos perceber que houve uma melhoria significativa de 2013 pra cá, onde Croatá mais uma vez, ficou melhor que no Ceará e na Serra. 

 

Em Matemática também podemos perceber que a nota de Croatá cresceu muito e o município está numa situação melhor que na Serra da Ibiapaba. 


 No tocante ao 9º Ano, a nota em Português e matemática não foi boa em comparação com a Serra e o Ceará. No entanto cumpre destacar que a aprendizagem cresceu muito nestes últimos 3 anos, em decorrência da extinção da aprovação automática, fato este destacado pelo Diretor do CREDE, Prof. Rodolfo. 

Se observarmos o CREDE 05 em 2013 a pontuação estava em 245, 2014 estava em 242 e em 2015, 244. Pois bem, já Croatá começou com 222 pontos, foi para 236 em 2014 e chegou em 2015 com 243, ou seja, cresceu muito ou seja, 21 pontos.


Segundo o Prof. Rodolfo, foi graças a extinção da aprovação automática em 2013 que os alunos melhoraram no nível e isso a gente percebe quanto observa a tabela. Houve um crescimento na pontuação dos alunos, tudo em decorrência da instituição da reprovação nas escolas, fato este que foimuito positivo.

Em Matemática da mesma forma. Veja que em 2013 o Crede estava em 248 e Croatá, 214. Em 2014 o Crede foi para 244 e Croatá subiu para 233. Em 2015 o Crede se manteve em 244 e Croatá avançou para 240 pontos, ou seja, 26 pontos em 3 anos. Muito bom mesmo.

A Secretária de Educação  Profª Mocinha agradeceu a visita do Diretor do Crede pelas boas notícias e lembrou do bom trabalho protagonizado pelos professores de Croatá, que graças a seu compromisso e determinação, vislumbraram estes bons resultados. Lembrou também que é graças a disposição do Prefeito Antônio Onofre em investir e se preocupar na educação, nas condições de trabalho e de salário dos profissionais, que os números estão avançando.